Jaciara - MT,
   
  Enquete
 
 
 
Mato Grosso
 
É hora da onça beber água: a saga dos turistas em busca da observação dos famosos felinos do pantanal

Postado em: 05/07/2017 14:53:37

São cinco horas da manhã. Hora de levantar e se preparar para sair em busca do maior felino da América do Sul: a onça pintada. Estamos em pleno pantanal mato-grossense, mais especificamente na região de Porto Jofre, um dos melhores pontos para observação da onça que, nesta época do ano, desce às margens dos rios em busca de água e caça. É seca no pantanal e, sem muitas opções, o animal vai em busca da sobrevivência.

Horas inteiras descendo rios e corixos em um barco a motor, acompanhados de um guia de turismo até que, em meio a uma pequena abertura na mata, ela surge imponente. Anda como se não percebesse a presença de turistas que vêm de vários lugares do mundo só para observá-la.

Leia também:
É preciso sorte e paciência para observar onças de perto em MT; atividade atrai turistas do mundo todo (fotos)

Como estamos na temporada de observação das onças, não é muito difícil encontrar várias delas em apenas um dia. Basta um pouco de paciência e o acompanhamento de guias experientes. Depois, é só apertar o botão da câmera fotográfica e disparar várias vezes, registrando uma das experiências mais emocionantes que se pode viver no pantanal de Mato Grosso.

Uma das agências especializadas em observação de onças é a Pantanal Roots, que está no mercado com guias experientes e bilíngües. Abelardo Antônio (Tony) é um desses guias que, nesta época do ano, passa a mais tempo no pantanal do que em casa.

"Já presenciamos o ataque de uma onça a um jacaré. Em outra ocasião, a vimos capturando uma capivara", conta ele.

Não há horário certo para o surgimento dessas onças às margens dos rios, mas os guias da região e pilotos de barcos têm mapeado quais os lugares mais freqüentes e os horários mais possíveis.

Uma coisa é certa: o número de onças no pantanal vem aumentando a cada ano e o turismo de contemplação tem ajudado na preservação da espécie.

Para chegar a Porto Jofre, é preciso acessar a Transpantaneira, estrada-parque que começa em Poconé (100 km de Cuiabá). Já pelo caminho, a fauna e flora do pantanal se mostram em toda a sua exuberância: jacarés, capivaras, macacos e centenas de pássaros que já começam a disputar o pouco de alimento que ainda existe nesta época do ano.

Até novembro, Mato Grosso deve receber milhares de turistas para viver essa aventura.

As pousadas e hotéis estão bem equipados para garantir ao turista não só guardar boas fotos da viagem, mas registrar na alma as emoções de visitar um dos mais belos paraísos naturais do planeta. 

Fonte: http://www.olhardireto.com.br/conceito
 

 
0 Comentário(s)
 
Postar Comentário
 
Nome:
E-mail:
Comentário:
 
 
Veja Também

2