Jaciara - MT,
   
  Enquete
 
 
 
Mato Grosso
 
Max Russi assume Casa Civil em substituição a José Adolpho que deixa o Governo; veja carta

Postado em: 02/10/2017 19:04:57

O deputado estadual Max Russi (PSB) vai comandar a Casa Civil a partir desta segunda-feira (2), em substituição ao secretário José Adolpho. O anúncio foi feito no domingo (01), logo após reunião realizada com o governador Pedro Taques (PSDB). 

Leia mais:
Max Russi assume Setas por um ano e três meses; Pasta mudará de nome

Russi, que ocupa a pasta de Trabalho e Assistência Social (Setas), vai substituir José  Adolpho, que deixará o Governo. Em carta entregue ao chefe do Executivo, ele explica os motivos da saída. "A fim de oportunizar a Vossa Excelência a necessária condição para as cabíveis decisões de ordem política e para não me deixar ser usado como instrumento de constrangimento ao senhor, solicito a minha exoneração do cargo de Secretário-Chefe da Casa Civil", afirma em um trecho.

José Adolpho assumiu a pasta no dia 12 de maio deste ano, em substituição ao advogado, Paulo Taques. Ele era adjunto da pasta e atuava na secretaria desde o  início do governo. Outras mudanças devem acontecer ainda esta semana no staff de Pedro Taques.

O ex-secretário tem 43 anos, é graduado em administração e pós-graduado com MBA em Gestão de Pessoas e também em Inovação e Difusão Tecnológica. Atuou como assessor parlamentar, como fiscal do Conselho Regional de Administração de Mato Grosso e assumiu em janeiro de 2015 o cargo de secretário adjunto de Gestão Integrada e Modernização Institucional da Casa Civil. Depois disso, assumiu a pasta em definitivo, com a saída de Paulo Taques.  

Max Russi havia assumido a Setas no fim de 2016. Porém, vale lembrar que quando foi escolhido como o gestor da pasta, ele já havia avisado que deixaria o governo em março de 2018, quando precisa se desligar da função pública para concorrer à reeleição de deputado estadual.

Veja carta de José Adolpho entregue ao governador.

Movido pelo sentimento de lealdade, reitero o respeito, a confiança e o companheirismo consolidados na admiração do líder que Vossa Excelência representa, estimulando os seus colaboradores a continuar acreditando na democracia, nas instituições, no bem, no que é correto e justo, como instrumentos de transformação de realidades adversas que oprimem vidas e desconstroem valores.

Assim, com essa mesma lealdade, inspirado nas leis da fidelidade e honra, além de considerar os atuais acontecimentos de ataque ao governo e a fim de oportunizar a Vossa Excelência a necessária condição para as cabíveis decisões de ordem política e para não me deixar ser usado como instrumento de constrangimento ao senhor, solicito a minha exoneração do cargo de Secretário-Chefe da Casa Civil.

Agradeço a oportunidade e todo aprendizado que obtive, fruto dessa convivência marcada pela sinceridade e pela coragem de fazer o que tem de ser feito, sem temer o enfrentamento do poderio histórico da corrupção e das práticas políticas condenáveis, as quais já causaram tanto mal ao povo de Mato Grosso.

Inspirado no sentimento de dever cumprido e na certeza de ter contribuído para os avanços do seu governo, compreendo a chegada de uma outra fase na governança do nosso Estado e permanecerei com a convicção de que as dificuldades demandam fé, sabedoria e coragem, virtudes que o acompanham.

Receba o meu abraço e tenha a certeza da minha amizade sempre.

Atenciosamente,

José Adolpho de Lima Avelino Vieira.

Fonte: www.olhardireto.com.br
 

 
0 Comentário(s)
 
Postar Comentário
 
Nome:
E-mail:
Comentário:
 
 
Veja Também

2