Jaciara - MT,
   
  Enquete
 
 
 
 
Funcionários de concessionária são presos suspeitos de furtarem postes de energia para venda em MT
A empresa era vítima de desvios de postes de concreto por parte dos funcionários. Os postes eram vendidos a um empresário.

Postado em: 29/03/2019 14:32:58

Cinco funcionários de uma concessionária de energia foram presos em Jaciara, a 142 km de Cuiabá, suspeitos de furtarem postes de concreto da própria empresa em Mato Grosso. As prisões foram divulgadas nessa quinta-feira (28) pela Polícia Civil.

De acordo com as investigações, as prisões ocorreram depois que a polícia descobriu um esquema de desvios de postes de concreto da empresa Energisa.

A Energisa ainda não se posicionou sobre as prisões. O G1 pediu um posicionamento da concessionária, mas ainda não teve retorno.

 
A venda seria de aproximadamente R$ 200 cada poste — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso/DivulgaçãoA venda seria de aproximadamente R$ 200 cada poste — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso/Divulgação

A venda seria de aproximadamente R$ 200 cada poste — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso/Divulgação

A empresa era vítima de desvios de postes de concreto por parte dos funcionários. Os postes eram vendidos a um empresário.

Um outro empresário, do ramo de restaurantes e hotel, que tem um estabelecimento às margens da BR-364 em Jaciara, e os cinco funcionários da concessionária usaram um caminhão rastreado da própria empresa para fazer a entrega dos postes a outro empresário.

Os postes foram apreendidos pelos investigadores aos fundos do restaurante do empresário.

A venda seria de aproximadamente R$ 200 cada poste. Os funcionários foram autuados pelo crime de apropriação indébita. Já o empresário foi enquadrado no crime de receptação.

O empresário pagou fiança de R$ 5 mil. A polícia arbitrou fiança de R$ 1 mil para cada funcionário.

Fonte: https://g1.globo.com/mt/mato-grosso/noticia/2019/03/29/funcionarios-de-concessionaria-sao-presos-suspeitos-de-furtarem-postes-de-energia-para-venda-em-mt.ghtml
 

 
0 Comentário(s)
 
Postar Comentário
 
Nome:
E-mail:
Comentário:
 
 
Veja Também

2