Jaciara - MT,
   
  Enquete
 
 
 
Mato Grosso
 
Polícia: bando preso em condomínio aplicava o "golpe da OLX"
Grupo confessou que aplicava golpes há 8 meses; polícia apreendeu R$ 8 mil em dinheiro

Postado em: 27/11/2019 15:41:56

O grupo preso na manhã desta quarta-feira (27) no Condomínio Residencial Garden Três Américas, no Bairro Jardim das Américas, em Cuiabá, estava envolvido em práticas de estelionado conhecidas como "golpe do estorno" e "golpe da OLX", segundo a Polícia Civil.

 

Os suspeitos - quatro homens e uma mulher - foram detidos durante cumprimento de ordens judiciais por suspeita de tráfico de drogas. Na delegacia, o grupo confessou a prática de estelionato.

 

 

Eles foram identificados como C.S.P., 27 anos; E.S.V., 25; J.H.A.D. 29 anos; I.B.S., 21 anos; e L.D.G., de 25 anos. Todos serão conduzidos à audiência de custódia da justiça no Fórum Criminal de Cuiabá.

 

De acordo com o delegado Vitor Hugo Bruzulato, titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), a polícia chegou até os suspeitos após uma denúncia de que um grupo criminoso tinha alugado um apartamento em um prédio de classe média alta e praticaria diversos crimes, entre eles o tráfico de drogas.

 

Os suspeitos foram localizados em dois apartamentos. Com o grupo foram apreendidos um Corolla, R$ 8 mil em espécie, 20 aparelhos celulares e um caderno com anotações.

 

O delegado salientou que não foi identificado o crime de tráfico de drogas, mas o grupo confessou a prática dos golpes de estelionato e associação criminosa.

 

Durante as buscas, um dos suspeitos tentou se desfazer de um celular, jogando o aparelho pela janela do apartamento.

 

Um dos suspeitos presos admitiu a prática dos golpes. No golpe do estorno, segundo o suspeito, ele faz uma compra em determinada empresa, solicita dados bancários para o pagamento, informa que fez a transferência em valor maior do que o do produto adquirido e pede o estorno do que foi pago a mais, causando prejuízo financeiro à empresa lesada.

 

O suspeito informou também que os golpes eram praticados há aproximadamente oito meses.

 

“Todo esse material apreendido, assim como os depoimentos dos envolvidos serão encaminhados para a Delegacia de Estelionatos da Capital, que dará sequência às investigações”, afirmou o delegado.

Fonte: www.midianews.com.br
 

 
0 Comentário(s)
 
Postar Comentário
 
Nome:
E-mail:
Comentário:
 
 
Veja Também

2